16 de fev de 2010

Divino amor

Há um círculo no cisco em seu olho,
E nele, no círculo, há uma gotícula de água...
Pense que não ou concorde, sempre haverá
Quem veja em você mais do que você saiba que existe.

Alguém que enxergue além do que te importa mostrar,
E que se importe em sentir pra lá do que você faz seduzir.

Isso causa medo de início,
ânsia e desprezo.
Não desejamos alguém que venha nos revelar
o que fingimos não saber...
Mas acontece tudo diferente!!!
E pra nossa paixão,
pra nossa doença insistente de sermos ausentes
no que diz respeito a nós
Percebemos também algo nesse intrometido
que ele não queria saber que sabíamos.

Logo e por isso, vem a cumplicidade
De pessoas que não queriam compartilhar
mas trocam segredos
mais adiante, trocam prazeres, delícias

A divindade surge aí.

E mais uma dupla que se ama ora por ela nesse mundo,
Seja fazendo amor, seja fazendo olhares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faaalaaa...la,la,la,la,la,la,la,la,la...