27 de fev de 2010

Eu réu

Um dia me perguntaram quem eu sou, parei para refletir, todos diriam o próprio nome, mas essa é a palavra dada para que me reconheçam, diria que sou humano? homem? jovem? Diria minha composição química que encontramos na farmácia? Não. Diria que sou um réu da sociedade, que estou aqui para ser julgado e interpretado pelos olhos de cada um. Por isso não se importe se eu parecer culpado, você a meus olhos também está sendo julgado, se disser que é inocente? Quem me importa? O que é, ficará guardado eternamente para você, numa cela da sua mente, gritando que é inocente, tentando para todos mostrar seu rosto, já que a máscara de um ursupador toma seu posto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faaalaaa...la,la,la,la,la,la,la,la,la...